sexta-feira, 29 de abril de 2016

"Chamusca em Ascensão são nove dias de festa, toiros e fado"

"A Festa da Ascensão é uma festa cristã que celebra a subida de Jesus ao céu, após a Ressureição. Em Portugal, esta festa é também conhecida como a Festa da Espiga. Na Chamusca, Ascensão é sinónimo da festa maior do concelho, uma semana de festa rija com muitas tradições taurinas, fado e grandes concertos. Este ano, a Semana da Ascensão decorre de 30 de abril (próximo sábado) até 8 de maio, tendo como dia forte, a Quinta-Feira de Ascensão, a 5 de maio, dia em que se realiza um dos pontos fortes do cartaz e dos mais característicos desta festa, a Entrada de Toiros, pela rua principal da vila, a partir das 11h30.
A edição deste ano da festa traz à vila um cartaz musical de luxo, encabeçado por António Zambujo, que atua no palco principal no dia 3 de maio, e marcado ainda pelos concertos de Amor Electro (dia 30 de abril), José Cid (dia 4 de maio), Saffra FF (dia 6 de maio) e Pedro Moutinho (dia 8 de maio). No palco secundário, vai haver também grandes bandas e dj’s da região (e não só) com propostas musicais para os mais jovens, numa zona com bares e restauração, em pleno jardim municipal.
Mas a Ascensão é mais do que grandes concertos. Este ano, o município da Chamusca reforçou a aposta no cartaz de fado, assumindo a sua “candidatura” a capital do fado no Ribatejo. Assim, no espaço do antigo Centro Regional de Artesanato, mesmo em frente à Câmara, vai funcionar a Tasca do Fado, com espetáculos nos dias 30 de abril e 1 de maio, e 4 a 7 de maio, com fadistas residentes: Manuel João Ferreira, Joana Melo, João Pombinho, Bernardo Espinho e Diana Vilarinho, sempre a partir das 00h, após os espetáculos no palco principal. Vão estar os fadistas convidados Miguel Ramos, João Chora, Ana Sofia Varela, Maria Amélia Proença, Pedro Galveias e Sara Correia. Além da Tasca do Fado, a programação do palco principal reflete esta aposta, trazendo o espetáculo do fadista Pedro Moutinho, mas também o concerto de comemoração dos 50 anos de carreira do fadista chamusquense Manuel João Ferreira e o projeto Fado Chic, que junta vários fadistas do concelho. O fado vai ter ainda palco no Páteo Ascensão, com apontamentos diários às 20h30, a acompanhar o jantar que por aqui pode degustar, com gastronomia ribatejana.
Noutro aspeto central da festa, os toiros, este ano há para todos os gostos, desde a famosa entrada de toiros em Quinta-Feira de Ascensão, até às largadas e encierros à noite, demonstrações de toureio a pé, demonstrações de pegas, largada de bezerros para os mais novos, workshops taurinos, passeios a cavalo, festa de campo com toureio a cavalo e a pé e, claro, as corridas de toiros, uma na Quinta-Feira (dia 5) às 16h30 – com a particularidade de marcar o regresso do toureio a pé à Chamusca – e outra no sábado, dia 7, à mesma hora, na Praça de Toiros. A pegar os toiros lá estarão os forcados da Chamusca, os do Aposento e os Amadores, a fazerem honrar a longa tradição de forcadagem do concelho.
Ascensão é também época de ir à espiga e a tradição cumpre-se na quinta-feira, dia 5, logo de manhãzinha, a partir das 7h30. Neste dia, são vários os entusiastas que rumam aos campos da lezíria ribatejana para apanharem flores e a espiga que juntam depois a seu modo em bonitos arranjos. O passeio é também aproveitado para uma festa muito própria.
O concelho aproveita a festa maior para se dar a conhecer aos milhares de forasteiros que por aqui passam. Vai haver como de costume uma mostra de artesanato e de artes e ofícios, assim como uma mostra empresarial e institucional. Outro aspeto da festa vai ser o desporto e os passeios temáticos de carros, de bicicletas, as provas de todo-o-terreno, entre outras atividades. As tradições etnográficas vão estar representadas pelos grupos de folclore do concelho que atuam no Páteo Ascensão, também por volta da hora de jantar."

Fonte: http://www.oribatejo.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário